fbpx
Connect with us

Mundo

A influência duradoura da misteriosa religião antiga: explorando sua história e impacto atual

Publicado

em

antiga crença, fé ancestral, tradição religiosa
Zoroastrismo influenciou 'Star Wars' e 'Game of Thrones' — Foto: Alamy/Via BBC Zoroastro ou Zaratustra provavelmente viveu entre os anos 1000 e 1500 a.C. — Foto: Alamy/Via BBC O zoroastrismo é considerado a primeira religião monoteísta do mundo — Foto: Alamy/Via BBC Zoroastristas realizam suas práticas em templos do fogo como este, em Yazd, no Irã — Foto: Alamy/Via BBC Zoroastristas deixam os corpos dos mortos nas Torres do Silêncio, como esta em Chilpyk, no Uzbequistão — Foto: Alamy/Via BBC 'A Escola de Atenas' (1511), de Rafael, inclui uma figura (em detalhe, acima) que muitos historiadores acreditam ser Zoroastro — Foto: Alamy/Via BBC Freddie Mercury inspirou-se na fé zoroastriana da sua família de origem persa — Foto: Alamy/Via BBC - Todos os direitos: G1

O zoroastrismo, religião monoteísta e influente, inspirou personagens e teve papel na cultura ocidental, influenciando literatura e filosofia.

A política do Ocidente em relação ao Irã foi durante muito tempo dominada pela distinção entre ‘nós’ e ‘eles’.

Da mesma forma, a identidade e os valores dos Estados Unidos e da Europa são frequentemente definidos pelo cristianismo, ressaltando a discordância entre esses valores e os do Oriente Médio – os ‘outros’. A antigas crenças ainda praticadas hoje em dia, indicam que muitos dos ideais, crenças e cultura considerados típicos do Ocidente, na verdade, podem ter suas raízes no Irã.

Os fundamentos da religião antiga zoroástrica

A maioria dos estudiosos defende que o profeta iraniano Zaratustra (conhecido como Zoroastro entre os gregos ou Zartosht entre os persas) tenha vivido provavelmente entre os anos 1000 e 1500 a.C.

Antes de Zaratustra, os antigos persas praticavam a antiga crença religiosa irano-ariana, que era similar à religião indo-ariana, que mais tarde deu origem ao hinduísmo.

Patrocinado

No entanto, as ideais típicos de Zaratustra condenavam essa prática, defendendo que apenas Deus, conhecido como Ahura Mazda, o Senhor da Sabedoria, deveria ser adorado.

Com isso, ele estabeleceu uma distinção entre os iranianos e os indo-arianos, provavelmente introduzindo a primeira religião monoteísta do mundo: o zoroastrismo.

O conceito de um único Deus não foi a única ideia essencialmente zoroástrica a influenciar outras religiões importantes, em especial as três maiores: Judaísmo, Cristianismo e Islamismo.

Os conceitos de céu e inferno, o dia do julgamento, a revelação final do mundo, os anjos e os demônios também se originaram nos ensinamentos de Zaratustra e na literatura zoroástrica posterior inspirada por ele. A própria ideia de Satanás tem suas raízes no zoroastrismo.

Patrocinado

De fato, toda a fé zoroástrica é baseada na luta entre Deus e as forças do bem e da luz (associadas ao Espírito Santo, Spenta Manyu) e Ahriman, que comanda as forças do mal e das trevas.

Enquanto os homens precisam escolher o lado ao qual pertencem, a tradição religiosa ensina que, no fim, Deus irá prevalecer e até os condenados ao fogo do inferno irão desfrutar das bênçãos do paraíso (uma palavra persa antiga).

Mas como as ideias de Zoroastro se espalharam para as religiões abraâmicas e outras?

Estudiosos apontam que muitos desses conceitos foram apresentados aos judeus da Babilônia quando foram libertados pelo imperador persa Ciro, o Grande.

Patrocinado

Eles se infiltraram no pensamento predominante dos judeus, dando origem a figuras como Belzebu.

Após as conquistas de terras gregas pelos persas durante o auge do Império Aquemênida (550-330 a.C.), a filosofia grega tomou um rumo diferente.

Os gregos acreditavam que os seres humanos têm pouca independência e que seu destino estaria à mercê dos vários deuses, que frequentemente agiam segundo seus caprichos e fantasias.

Porém, após conhecerem a religião e a filosofia iraniana, os gregos começaram a sentir que eram os senhores de seus próprios destinos e que suas decisões estavam em suas próprias mãos.

Patrocinado

O zoroastrismo já foi a religião oficial do Irã e era amplamente praticada em outras regiões habitadas pelos povos persas, como o Afeganistão, o Tajiquistão e grande parte da Ásia central.

Atualmente, o zoroastrismo é uma fé minoritária no Irã e tem poucos seguidores em outras partes do mundo. Porém, seu legado cultural é inegável.

Muitas tradições zoroástricas continuam a inspirar e caracterizar a cultura iraniana.

Fora do país, sua influência também é considerável, principalmente na cultura ocidental.

Patrocinado

A persistente influência da fé ancestral

Séculos antes de Dante Alighieri (1265-1321) ter escrito A Divina Comédia, o Livro de Arda Viraf detalhou uma jornada ao céu e ao inferno.

Poderia ser que Dante tivesse tido conhecimento desse relato do viajante cósmico zoroástrico, que foi registrado por volta do século 10 a.C.?

As semelhanças entre as duas obras são intrigantes, mas tudo o que temos são meras conjecturas.

Patrocinado

No entanto, existem outros aspectos em que a ‘conexão’ zoroástrica é menos marcante.

O profeta iraniano é retratado segurando uma esfera brilhante na pintura Escola de Atenas, do renomado artista Rafael.

Além disso, o livro alemão sobre alquimia Clavis Artis, que remonta do final do século 17 ao início do século 18, foi dedicado a Zaratustra.

A obra apresenta diversas ilustrações do profeta iraniano com temas cristãos.

Patrocinado

Zoroastro veio a ser considerado na Europa cristã um mestre da magia, filósofo e astrólogo, especialmente após o Renascimento, conforme relatou Ursula Sims-Williams, da Escola de Estudos Africanos e Orientais, da Universidade de Londres.

Atualmente, ao se mencionar o nome Zadig, imediatamente vem à mente a marca de moda francesa Zadig & Voltaire.

Suas roupas podem não ter ligação com o zoroastrismo, mas a história por trás de seu nome remonta a essa antiga crença religiosa.

Escrito por Voltaire (1694-1778) no século 18, o romance Zadig, ou O Destino, narra a história do herói zoroástrico persa com o mesmo nome que, após enfrentar uma série de adversidades, acaba se casando com uma princesa da Babilônia.

Patrocinado

Apesar de ser às vezes irreverente e não histórico, o conto filosófico de Voltaire surgiu de seu verdadeiro interesse pelo Irã, compartilhado por outros defensores do Iluminismo.

Voltaire era tão apaixonado pela cultura iraniana que era conhecido em seus círculos como Sa’di.

Continuação

Do mesmo modo, o Divã ocidental-oriental de Goethe (1749-1832), dedicado ao poeta persa Hafez, aborda um capítulo com temática zoroástrica, enquanto o escritor irlandês Thomas Moore (1779-1852) chorava o destino dos zoroastristas iranianos em seu romance Lalla Rookh.

Patrocinado

Não foi apenas na arte e na literatura ocidental que o zoroastrismo deixou sua marca.

Na verdade, a antiga religião também fez diversas aparições musicais em palcos europeus.

Além do personagem sacerdote Sarastro, a ópera A Flauta Mágica, de Mozart (1756-1791) está repleta de temas zoroástricos, como a luz versus as sombras, julgamentos com fogo e água e a busca da sabedoria e do bem acima de tudo.

Mais recentemente, Farrokh Bulsara – mais conhecido como Freddie Mercury (1946-1991) – tinha muito orgulho de suas origens persas zoroástricas.

Patrocinado

‘Sempre andarei por aí como um papagaio persa’, disse ele em uma entrevista, ‘e ninguém vai me parar, querida!’

Sua irmã Kashmira Cooke também refletiu sobre o papel do zoroastrismo na família em uma entrevista em 2014.

‘Nossa família tem muito orgulho de ser zoroastrista’, afirmou ela.

Fonte: G1 – Mundo

Patrocinado

"Notícias 24h" é a assinatura que garante a integridade e a vigilância incansável do portal BR HOJE, um bastião do jornalismo imparcial e de qualidade desde 2023. Encarnando o espírito de um Brasil autêntico e multifacetado, "Notícias 24h" entrega reportagens exclusivas e análises profundas, comprometendo-se com a verdade sem concessões. Através de uma cobertura 24 horas por dia, esse autor simbólico tornou-se sinônimo de confiabilidade em um mundo saturado de informações duvidosas, assegurando que os leitores do brhoje.com.br tenham acesso a um conteúdo que é tão corajoso e vibrante quanto a nação que busca representar.

Continue Reading
Patrocinado
Comentários