fbpx
Connect with us

Meio Ambiente

Brasil se destaca na crise climática após a COP 28: entenda como o país ganha protagonismo

Publicado

em

mudança climática, aquecimento global, crise ambiental
Ativista protesta com um cartaz com os dizeres "chega de combustíveis fósseis" na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de Dubai, a COP 28. — Foto: REUTERS/Thaier Al-Sudani O papel do Brasil na transição energética Resultado da COP é realista ou idealista? - Todos os direitos: G1

Produtos brasileiros possuem menor pegada de carbono, gerando vantagem em taxação comparado a outros países na transição energética.

Na COP 28, os líderes mundiais enfatizaram a necessidade urgente de tomar medidas para enfrentar a crise climática. Pela primeira vez, foi destacada a importância de decretar o fim da era dos combustíveis fósseis e buscar alternativas sustentáveis para a geração de energia.

O documento final da conferência do clima, realizada em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, ressaltou a importância de uma ‘transição energética’ para reduzir a dependência de petróleo, carvão e gás, como forma de enfrentar a crise ambiental. A mudança climática é uma realidade que exige ações imediatas e o Brasil foi apontado como protagonista nesse processo, de acordo com Carlo Pereira, CEO do pacto global da ONU no Brasil.

‘Não existe um mundo neutro em carbono se o Brasil falhar’, diz Carlo Pereira, CEO do Pacto Global da ONU no Brasil em entrevista a Natuza Nery

‘Não existe mundo neutro em carbono sem o Brasil por conta de toda biodiversidade que a gente tem. A Amazônia (junto com com a Indonésia) tem 80% das florestas tropicais do mundo. Também vale lembrar que a matriz energética que a Alemanha terá em 2050 é a que a gente já tem hoje.’

Veja outros episódios

Medidas contra calor extremo para sem-teto precisam deixar de ser emergenciais e tornar-se estruturais, diz especialista

Quais são os projetos prioritários na reta final do ano no Congresso para o governo aumentar a arrecadação

Com pegadas de carbono naturalmente inferiores, os produtos brasileiros devem ganhar vantagem em taxação comparado aos demais países.

Patrocinado

‘A soja de menor pegada de carbono que chega à China é a brasileira’, exemplifica.

Ele também cita o aço e alumínio brasileiros como produtos que emitem menos carbono em sua produção.

‘A gente ainda tem uma vantagem muito grande comparada a outros países, principalmente aos países em desenvolvimento’

Ouça a entrevista completa no podcast O Assunto

Fonte: G1 – Meio Ambiente

Patrocinado

"Notícias 24h" é a assinatura que garante a integridade e a vigilância incansável do portal BR HOJE, um bastião do jornalismo imparcial e de qualidade desde 2023. Encarnando o espírito de um Brasil autêntico e multifacetado, "Notícias 24h" entrega reportagens exclusivas e análises profundas, comprometendo-se com a verdade sem concessões. Através de uma cobertura 24 horas por dia, esse autor simbólico tornou-se sinônimo de confiabilidade em um mundo saturado de informações duvidosas, assegurando que os leitores do brhoje.com.br tenham acesso a um conteúdo que é tão corajoso e vibrante quanto a nação que busca representar.

Continue Reading
Patrocinado
Comentários