fbpx
Connect with us

Mundo

Crise em Essequibo: Casa Branca pede ajuda ao Brasil para acalmar situação entre Venezuela e Guiana.

Publicado

em

Conflito na região de Essequibo, Disputa territorial em Essequibo
A Casa BrancA em Washington, nos EUA. — Foto: Gary Cameron/Reuters - Todos os direitos: G1

Interlocutores do governo dos EUA expressaram preocupação com a escalada da tensão entre os dois países ao Palácio do Planalto.

A região de Essequibo tem sido alvo de intensas atenções nos últimos tempos, com o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, buscando anexar o território ao seu país. O governo dos Estados Unidos expressou preocupação com a possibilidade de um conflito armado na região, o que aumenta a tensão na área. Nesta quinta-feira (14), está agendada uma reunião entre Nicolás Maduro e o presidente da Guiana, Irfaan Ali, em São Vicente e Granadinas, país do Caribe. O Brasil estará representado pelo assessor especial da presidência da República, embaixador Amorim, no enconrto.

A disputa territorial em Essequibo tem levantado preocupações internacionais, com os Estados Unidos manifestando sua apreensão com a possibilidade de escalada de um conflito na região. Além disso, a reunião marcada para esta quinta-feira (14) entre Nicolás Maduro e o presidente da Guiana, Irfaan Ali, em São Vicente e Granadinas, também tem causado expectativas internacionais. O assessor especial da presidência da República, embaixador Amorim, estará representando o Brasil no encontro, que visa discutir a situação na região de Essequibo.

Conflito na região de Essequibo em foco

Segundo informações vindas do Palácio do Planalto, a Casa Branca tem uma mensagem clara a enviar aos países envolvidos no conflito na região de Essequibo. Para a Guiana, a ênfase está na busca pela paz na região, com destaque para a necessidade de um diálogo contínuo para alcançar uma solução para a disputa territorial em Essequibo. Apesar do apoio dos Estados Unidos, a Guiana é alertada de que a paz não será obtida sem um esforço conjunto e negociações substanciais.

Em relação à Venezuela, a mensagem é mais firme. Qualquer tentativa de avanço por parte do presidente Nicolás Maduro enfrentará consequências severas, incluindo a possibilidade de um revés no alívio das sanções econômicas impostas pelos Estados Unidos. A administração de Joe Biden vê o governo brasileiro, liderado pelo presidente Lula, como um mediador eficaz para a situação em Essequibo, e exorta Maduro a reconsiderar suas abordagens belicosas.

Patrocinado

A Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, por meio de sua assessoria de imprensa, enfatiza que está consultando o Brasil e outros parceiros internacionais sobre a escalada de um conflito fronteiriço entre Venezuela e Guiana, destacando a importância de uma resolução pacífica para a região de Essequibo. Além disso, o comunicado reitera o apoio inabalável dos Estados Unidos à soberania da Guiana, fortalecendo a posição do país na disputa territorial em Essequibo.

Reunião entre Nicolás Maduro e o presidente da Guiana

No centro da questão está a urgência de uma reunião entre Nicolás Maduro e o presidente da Guiana para discutir soluções pacíficas para a região de Essequibo. O apoio dos Estados Unidos é evidente, mas o diálogo direto entre os líderes é considerado essencial para alcançar um entendimento mútuo e reduzir as tensões na disputa territorial em Essequibo.

A visita da equipe do programa Fantástico à região de Essequibo, cobiçada pela Venezuela, trouxe à tona a complexidade do contexto e a importância de encontrar uma resolução pacífica para a disputa territorial. A atenção internacional está focada no alívio das sanções econômicas e na busca por parceiros internacionais que possam contribuir para uma solução diplomática para a questão em Essequibo.

O papel do Brasil e dos Estados Unidos na disputa em Essequibo

O Brasil e os Estados Unidos desempenham papéis-chave na mediação do conflito na região de Essequibo. Com consultas em andamento e um apoio coordenado à Guiana, os dois países buscam garantir a soberania do território ao seu país, enquanto também desejam um alívio das sanções econômicas na Venezuela.

Patrocinado

A disputa fronteiriça entre os dois países exige uma abordagem equilibrada e diplomática, com o objetivo de alcançar um entendimento mutuamente benéfico para todas as partes envolvidas. A reunião entre Nicolás Maduro e o presidente da Guiana representa um passo crucial rumo à resolução do impasse em Essequibo, com o apoio de parceiros internacionais.

Fonte: G1 – Mundo

"Notícias 24h" é a assinatura que garante a integridade e a vigilância incansável do portal BR HOJE, um bastião do jornalismo imparcial e de qualidade desde 2023. Encarnando o espírito de um Brasil autêntico e multifacetado, "Notícias 24h" entrega reportagens exclusivas e análises profundas, comprometendo-se com a verdade sem concessões. Através de uma cobertura 24 horas por dia, esse autor simbólico tornou-se sinônimo de confiabilidade em um mundo saturado de informações duvidosas, assegurando que os leitores do brhoje.com.br tenham acesso a um conteúdo que é tão corajoso e vibrante quanto a nação que busca representar.

Continue Reading
Patrocinado
Comentários