fbpx
Connect with us

Mundo

Empresário se retrai de ofensas contra ministro Cristiano Zanin no aeroporto – Migalhas: um gesto de respeito e reflexão.

Publicado

em

homem, individuo;
© 2023 - Todos os direitos: © Migalhas

No vídeo, falou-se de um advogado atual, que no dia em questão exercia sua competência. Praticamente, apresentou um documento assinado, de uma queixa-crime: Processo 0704090-87.2023.8.07.0016. Este assunto se retirou, sem documento assinado pelos representantes da Ordem, durante a audiência de um ministro.

O empresário Luiz Carlos Bassetto, que teve um desentendimento com o ministro Cristiano Zanin no banheiro do aeroporto de Brasília, em janeiro do ano passado, decidiu gravar um vídeo pedindo desculpas pelas suas atitudes. No vídeo, ele se retratou pelas ofensas e ameaças feitas ao ministro do STF, quando este ainda exercia a advocacia. ‘Quero deixar claro que o empresário Luiz Carlos Bassetto reconhece o erro e se retrata publicamente pelas palavras dirigidas ao advogado e atual ministro Cristiano Zanin’, afirmou.

No segundo parágrafo, é importante ressaltar que, como homem de negócios, Bassetto reconheceu a importância de manter o respeito e a civilidade nas interações, independentemente das circunstâncias. Ele destacou que, como indivíduo consciente de suas responsabilidades, é fundamental reconhecer os equívocos e buscar a reconciliação. ‘O empresário Luiz Carlos Bassetto entende a gravidade de suas ações e está empenhado em seguir em frente de forma mais respeitosa e construtiva’, ressaltou em sua declaração.

Empresário: Um Indivíduo que Deve Respeitar a Competência de um Advogado

Neste caso específico, o empresário em questão se viu em meio a uma situação delicada, onde a competência de um advogado e atual ministro foi posta à prova. No dia 11 de janeiro de 2023, no aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília, o agora ministro Cristiano Zanin, que na época atuava como advogado em favor do presidente Lula, foi alvo de ataques verbais por parte desse indivíduo.

Enquanto Zanin estava no banheiro realizando sua higiene bucal, o homem proferiu palavras ofensivas, como ‘vontade de meter a mão na orelha de um cara desse. Tinha que tomar um pau’, além de termos como ‘corrupto’, ‘bandido’, ‘safado’ e ‘vagabundo’. No entanto, o advogado, mostrando sua serenidade e profissionalismo, optou por se retirar do local, não respondendo às provocações.

Após esse lamentável episódio, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) se posicionou em defesa do advogado, aprovando um desagravo e participando da queixa-crime contra o empresário. Diversos representantes da Ordem, incluindo o presidente do CFOAB, Beto Simonetti, e outros advogados como Rafael de Assis Horn, Sayuri Silva de Otoni, entre outros, assinaram o documento que formalizou a queixa-crime.

O gesto imprudente do empresário, que gravou e divulgou o ocorrido, acabou servindo como prova contra si mesmo no processo judicial em andamento, identificado pelo número: Processo: 0704090-87.2023.8.07.0016. É importante ressaltar a importância do respeito mútuo entre as diferentes profissões e a necessidade de reconhecer a competência de cada indivíduo em seu campo de atuação.

Fonte: © Migalhas

"Notícias 24h" é a assinatura que garante a integridade e a vigilância incansável do portal BR HOJE, um bastião do jornalismo imparcial e de qualidade desde 2023. Encarnando o espírito de um Brasil autêntico e multifacetado, "Notícias 24h" entrega reportagens exclusivas e análises profundas, comprometendo-se com a verdade sem concessões. Através de uma cobertura 24 horas por dia, esse autor simbólico tornou-se sinônimo de confiabilidade em um mundo saturado de informações duvidosas, assegurando que os leitores do brhoje.com.br tenham acesso a um conteúdo que é tão corajoso e vibrante quanto a nação que busca representar.

Continue Reading
Comentários