fbpx
Connect with us

Mundo

Erdogan critica laços comerciais com Israel e compara Netanyahu a Hitler.

Publicado

em

presidente turco, Tayyip Erdogan
Israel amplia operação militar na faixa de Gaza Montagem mostra Benjamin Netanyahu e Recep Tayyip Erdogan — Foto: Reuters - Todos os direitos: G1

Netanyahu atacou Erdogan por criticar Israel. Desafio suas credenciais para falar sobre os direitos humanos. Suas ações em Gaza confirmam a diferença.

O presidente turco, Erdogan, condenou veementemente os ataques de Israel a Gaza, comparando as ações do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu às atrocidades cometidas por Adolf Hitler. Em suas declarações, Erdogan afirmou que Netanyahu não é diferente de Hitler, e questionou se as ações do líder israelense são menos cruéis do que as do ditador nazista. O presidente turco recebeu apoio do ocidente ao fazer tais comentários, destacando a importância de se posicionar contra a violência em Gaza.

As declarações do presidente turco, conhecido como Tayyip Erdogan, causaram polêmica internacional e levantaram discussões sobre a situação no Oriente Médio. O posicionamento de Erdogan em relação aos ataques a Gaza ganhou destaque na mídia e gerou reações de diversos líderes mundiais diante da gravidade da situação. Suas declarações sobre Netanyahu e a situação em Gaza reforçam a necessidade de busca por soluções pacíficas na região.

Confronto entre Netanyahu e Erdogan

Benjamin Netanyahu respondeu à declaração de Erdogan dizendo que o presidente turco deveria ser a última pessoa a dar lições a Israel. Erdogan, que comete genocídio contra os curdos, que detém um recorde mundial de prisão de jornalistas que se opõem ao seu governo, é a última pessoa que pode pregar moralidade para nós, disse Netanyahu em um comunicado.

Relações comerciais entre Turquia e Israel

A Turquia, como país membro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), apoia uma solução de dois Estados para o conflito israelense-palestino. Erdogan tem criticado os ataques aéreos e terrestres de Israel a Gaza e chamado o país de ‘Estado terrorista’. A Turquia também defende que os líderes israelenses sejam julgados em tribunais internacionais.

Patrocinado

Agora, Erdogan disse que a Turquia acolherá acadêmicos e cientistas que enfrentam perseguição por suas opiniões sobre o conflito em Gaza. Ele também afirmou que os países ocidentais que apoiam Israel são cúmplices do que ele chamou de crimes de guerra.

Apesar de suas críticas a Israel, a Turquia tem mantido laços comerciais com o país, atraindo a reação de partidos de oposição e do Irã. O governo turco diz que o comércio com Israel tem caído drasticamente desde 7 de outubro, quando o grupo militante palestino Hamas lançou um ataque mortal na fronteira que matou 1.200 pessoas, levando Israel a iniciar a guerra no enclave.

Fonte: G1 – Mundo

Patrocinado

"Notícias 24h" é a assinatura que garante a integridade e a vigilância incansável do portal BR HOJE, um bastião do jornalismo imparcial e de qualidade desde 2023. Encarnando o espírito de um Brasil autêntico e multifacetado, "Notícias 24h" entrega reportagens exclusivas e análises profundas, comprometendo-se com a verdade sem concessões. Através de uma cobertura 24 horas por dia, esse autor simbólico tornou-se sinônimo de confiabilidade em um mundo saturado de informações duvidosas, assegurando que os leitores do brhoje.com.br tenham acesso a um conteúdo que é tão corajoso e vibrante quanto a nação que busca representar.

Continue Reading
Patrocinado
Comentários