fbpx
Connect with us

Esportes

F1 2023: Recorde de vitórias de Verstappen supera a dominância de Schumacher em 2002

Publicado

em

comparou o, situar o, tamanho dos feitos, minha lembrança
Rafa Lopes e Luciano Burti analisaram a temporada 2023 da F1 Veja quais são os maiores campeões da F1 - Todos os direitos: G1

Hegemonia holandesa questiona a atratividade da temporada; comparação com penta de Schumacher em 2002, título mais antecipado da história.

O recorde de vitórias de Max Verstappen na temporada de F1 2023 foi simplesmente impressionante, com 19 vitórias em 22 etapas, o holandês alcançou a hegemonia técnica e a dominância nas pistas de uma forma nunca vista antes na história da categoria. No entanto, esse domínio levanta a questão: a temporada foi, de fato, emocionante ou houve um certo desequilíbrio entre as equipes?

Para situar o tamanho dos feitos do holandês e a hegemonia técnica imposta pela RBR e o RB19, o ge.globo comparou o 2023 de Verstappen ao 2002 de Michael Schumacher – ano em que o alemão chegou ao pentacampeonato com seis corridas de antecedência, cravando a maior antecipação da história da F1 até hoje. Além disso, minha lembrança da temporada de 2023 é de um domínio absoluto, algo que marcara para sempre a história da Fórmula 1.

.

Principais Campeonatos de F1: Recorde de Vitórias e Domínio Técnico

– Minha memória é de que as vitórias não foram tão fáceis de alcançar no passado. Lembro que Schumacher teve que se esforçar muito para alcançar o que alcançou. Eu não senti o mesmo nível de dominância que a RBR demonstrou este ano – declarou Luciano Burti, ex-piloto de Fórmula 1 e comentarista de automobilismo, ao comparar o desempenho de alguns pilotos.

Burti acrescentou que, em condições normais, Verstappen não tinha o mesmo nível de esforço que Schumacher precisou ter em algumas ocasiões. Na opinião dele, o domínio de Verstappen foi bem mais expressivo do que o de Schumacher.

A extensão do domínio dos multicampeões em suas melhores temporadas possui diferenças mínimas. No entanto, essas diferenças são suficientes para apontar Verstappen como vencedor do quesito: a distância para o vice-campeão (Sergio Pérez), a alta confiabilidade do RB19, o elevado número de vitórias da RBR em comparação com suas rivais e a realização de um significativo número de recordes pelo piloto holandês.

Em 2002, Schumacher foi campeão com seis etapas de antecedência, ou seja, 64,7% da temporada concluída. Já Verstappen, com 77,2% das etapas finalizadas, tinha cinco corridas para o fim do campeonato. Do ponto de vista estatístico, ambos garantiram seus títulos muito antes de Lewis Hamilton em toda a ‘Era Mercedes’ (2014, 2015, 2017, 2018, 2019 e 2020).

Abrindo parênteses, as temporadas de 2002 e 2023 superaram até os títulos de 2000, 2003 e 2004 de Schumacher, assim como o de Ayrton Senna em 1988. Em resumo, em questões de domínio, Schumi e Max são referenciais na Fórmula 1.

Maior Dominação: Schumacher em 2002

Schumacher foi o primeiro – e até o momento, o único – piloto da história a subir ao pódio em todas as etapas da temporada em 2002. Ele venceu onze das dezessete corridas, conquistando cinco segundos lugares e um terceiro lugar, na Malásia. A consistência no top 3 foi um dos fatores que contribuíram para o título com a maior antecipação já vista na Fórmula 1: seis corridas antes do final.

Ele chegou ao GP da França com uma vantagem de 54 pontos sobre o segundo colocado, Rubens Barrichello. Na etapa em Magny-Cours, Schumacher ultrapassou a linha branca após uma parada nos boxes e sofreu uma punição, mas recuperou a liderança faltando cinco voltas para o fim e garantiu mais uma vitória na França. Este foi um dos quatro triunfos do alemão ao longo do ano, ajudando a Ferrari a atingir uma estatística impressionante de 88,2% de vitórias naquela temporada.

O carro que impulsionou Schumacher para esses feitos memoráveis foi a F2002, desenvolvida pela equipe Ferrari. O modelo estreou nas pistas no Brasil e a escuderia enfrentou problemas de confiabilidade antes de entregá-lo oficialmente aos pilotos. Rubens Barrichello estreou o carro em San Marino, uma etapa posterior a Schumacher; porém, foi o único a enfrentar falhas técnicas, não partindo para as corridas na Espanha e França por questões elétricas e hidráulicas respectivamente.

O ano de 2002 também ficou marcado pela famosa ordem que instruiu Barrichello a ceder a vitória a Schumacher no GP da Áustria.

Rainha da Temporada: Verstappen em 2023

Numa temporada cada vez mais expansiva, Max Verstappen atingiu o recorde de mais vitórias em uma única temporada, triunfando em 19 das 22 corridas de 2023. Além disso, ele conquistou um feito inédito na F1, com dez vitórias consecutivas entre os GPs de Miami e da Itália.

O piloto holandês chegou ao GP do Catar com 177 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, Sergio Pérez. Na corrida sprint em Lusail, que rende pontos extras para o campeonato, Verstappen cruzou a linha de chegada em segundo, acumulando os pontos necessários para levar o título. Pérez bateu a oito voltas do fim, facilitando a conquista de Verstappen.

A vitória na corrida curta no Catar levou a F1 a ter um campeão em um sábado, 40 anos após o bicampeonato de Nelson Piquet; Verstappen ainda atingiu seu terceiro título mundial com uma das maiores antecipações da história, a cinco corridas do final da temporada.

O engenheiro Adrian Newey desenhou um RB19 que apresentou problemas nas classificações da Arábia Saudita e Austrália, mas sem abandonos. Checo Pérez foi responsável por duas das três desistências, batendo no Japão e no México.

A RBR, competindo com um carro veloz, venceu 21 das 22 corridas, conquistando 95,5% das provas da temporada, superando a McLaren em 1988, que venceu 93,7% das corridas. A performance da RBR naquele ano foi um grande destaque do campeonato.

Rivais de 2002 e 2023: Desafiando a Dominância

Apesar das semelhanças entre as temporadas de Schumacher e Verstappen, a distância da Ferrari para suas adversárias em 2002 não foi tão ampla quanto a da RBR para o restante do grid em 2023. A competitividade do restante do grid, que foi uma intenção clara da categoria com as novas regras técnicas, foi mais evidente na última temporada.

Em 2002, duas equipes venceram Schumacher: a Williams de Ralf Schumacher e a McLaren de David Coulthard. Montoya igualou as sete poles do piloto da Ferrari. A equipe de Maranello obteve 27 pódios, liderando em relação aos 13 da Williams.

Em 2023, somente a Ferrari de Carlos Sainz venceu Verstappen. Ele conquistou 12 poles, mais do que o dobro do segundo melhor piloto, Charles Leclerc, e tiveram chance outros três pilotos: Pérez, Sainz e Hamilton. O pódio contou com 11 pilotos de seis equipes, com a RBR aparecendo 30 vezes, quase triplicando as nove aparições da McLaren e Ferrari.

Outras Dominâncias na F1

Antes de 2023, a McLaren de 1988 tinha a temporada mais dominante na história da F1, com vitórias em 93,7% das corridas. Ayrton Senna levou o título com uma etapa de antecedência, vencendo metade das 16 corridas da temporada. Alain Prost conquistou sete, sendo a única exceção o GP da Itália, vencido por Gerhard Berger após problemas técnicos nos carros da McLaren.

A Mercedes detinha o recorde de mais vitórias num ano em 2016, com 19 em 21 corridas, incluindo dez de Lewis Hamilton. Ele e Nico Rosberg venceram 90% das corridas, perdendo apenas o GP da Espanha e da Malásia.

O encerramento da F1 está marcado para 2 de Março de 2024, com o GP do Bahrein, incluindo uma das seis corridas sprint do ano.

Fonte: G1 – Esportes

"Notícias 24h" é a assinatura que garante a integridade e a vigilância incansável do portal BR HOJE, um bastião do jornalismo imparcial e de qualidade desde 2023. Encarnando o espírito de um Brasil autêntico e multifacetado, "Notícias 24h" entrega reportagens exclusivas e análises profundas, comprometendo-se com a verdade sem concessões. Através de uma cobertura 24 horas por dia, esse autor simbólico tornou-se sinônimo de confiabilidade em um mundo saturado de informações duvidosas, assegurando que os leitores do brhoje.com.br tenham acesso a um conteúdo que é tão corajoso e vibrante quanto a nação que busca representar.

Continue Reading
Comentários