fbpx
Connect with us

Futebol

Impacto da Superliga de Clubes da Europa para os clubes do Brasil: advogado oferece sua opinião

Publicado

em

Competição de Clubes, Liga dos Clubes, torneio de clubes
Sede da CBF, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro Gazeta Press

Advogado conversou com a ESPN sobre respiro, regulamentação da UE, ameaças de punições, monopólio, direito de organizar competições e expansão global.

A polêmica em torno da Superliga de Clubes teve um novo capítulo nesta quinta-feira (21), após o Tribunal Superior da Europa decidir que a Uefa exerce um monopólio ilegal sobre o controle do futebol europeu, de acordo com as leis regulamentação da União Europeia.

Com isso, a Competição de Clubes e os seus apoiadores, A22 Sports, reforçam a argumentação de que a proibição do torneio pela Uefa e as ameaças de punições aos clubes participantes violam as leis europeias sobre liberdade de competição.

Impacto da Superliga Europeia no Futuro do Futebol Brasileiro

A novidade surpreendente sobre a Superliga Europeia caiu como uma

bomba

na Europa. Mas, na prática, como essa mudança poderá impactar o futebol brasileiro no futuro? A ESPN entrevistou o advogado Eduardo Carlezzo, especialista em direito desportivo, que compartilhou sua opinião sobre o assunto.

Os efeitos desta decisão quebram a espinha vertebral do sistema piramidal do futebol mundial, pelo qual FIFA, confederações continentais e federações nacionais controlam com exclusividade o direito de organizar as competições oficiais no futebol

.

As palavras usadas pelo tribunal são bem claras e caracterizam a existência de um monopólio dentro do sistema do futebol, e este monopólio frente as regras da União Europeia é ilegal

, explicou Carlezzo.

Transformações no Futebol Mundial

Segundo o advogado Carlezzo, é questão de tempo para que outros continentes passem por transformações em suas ligas e o contexto da Superliga seja aplicado globalmente, colocando em risco os papeis de organizações como Uefa e Fifa para os próximos anos.

A partir de agora se abre um novo horizonte para os clubes de futebol da Europa, já que não necessitam mais da anuência da UEFA ou FIFA para criar uma competição entre eles

.

Também será relevante considerar a possibilidade de expansão global destas novas diretrizes para outros continentes, ainda que eles não estejam inicialmente dentro do raio de abrangência da decisão, que se aplica aos países da União Europeia

.

Perspectivas para Clubes de Futebol da América

Uma questão que vem à tona é: seria possível ter uma superliga com clubes do Brasil, México, Estados Unidos e Argentina? Carlezzo ressalta que o tempo dirá, mas lembra do caso do Bosman, que iniciou pela União Europeia e acabou se aplicando globalmente. Portanto, a expansão da Superliga Europeia para outros continentes é uma possibilidade a ser considerada.

Poderíamos ter uma superliga com clubes do Brasil, México, Estados Unidos e Argentina? O tempo dirá, porém quando lembramos do caso do Bosman, ele iniciou pela União Europeia e acabou se aplicando globalmente, mediante a extinção do passe

, finalizou Carlezzo.

Fonte: ESPN – Futebol

"Notícias 24h" é a assinatura que garante a integridade e a vigilância incansável do portal BR HOJE, um bastião do jornalismo imparcial e de qualidade desde 2023. Encarnando o espírito de um Brasil autêntico e multifacetado, "Notícias 24h" entrega reportagens exclusivas e análises profundas, comprometendo-se com a verdade sem concessões. Através de uma cobertura 24 horas por dia, esse autor simbólico tornou-se sinônimo de confiabilidade em um mundo saturado de informações duvidosas, assegurando que os leitores do brhoje.com.br tenham acesso a um conteúdo que é tão corajoso e vibrante quanto a nação que busca representar.

Continue Reading
Comentários