fbpx
Connect with us

Dinheiro

Israel e Hamas prontos para mais libertações de reféns com trégua.

Publicado

em

Hamas, Israel, ONU
Espera-se que cidadãos americanos façam parte do próximo grupo de reféns libertados

É esperado que os cidadãos americanos sejam incluídos no próximo grupo de reféns que serão libertados, trazendo alívio e esperança para suas famílias e para toda a nação.

O representante do Qatar que esteve na fronteira de Rafah no último domingo afirmou que a quantidade de ajuda que está chegando à faixa de Gaza ainda não é adequada para atender à demanda. De acordo com Mahmoud al-Mordawi, um oficial de alto escalão do Hamas em Beirute, a previsão era de que 300 caminhões entrassem no norte de Gaza no domingo e na segunda-feira para suprir a escassez dos últimos dias.

De acordo com a estação de rádio Voz da Palestina, sete cidadãos palestinos perderam a vida em um ataque com mísseis realizado pelas forças de Israel na região da Cisjordânia que está sob ocupação. Até o momento, o exército israelense optou por não fazer nenhum comentário a respeito dos trágicos acontecimentos.

No sábado, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, teve uma conversa com líderes do Catar, com intuito de discutir possíveis atrasos em um acordo e encontrar mecanismos para solucionar essas questões. Essa informação foi divulgada por Adrienne Watson, que atua como porta-voz do Conselho de Segurança Nacional.

Restrições de acesso e apreensão de moedas durante invasão em Gaza

No domingo, as autoridades de defesa israelenses informaram que os habitantes de Gaza estão impedidos de acessar o mar ou se aproximar a menos de 1 quilômetro da fronteira com Israel.

Patrocinado

O Ministério da Defesa relatou que durante a invasão terrestre, as forças armadas de Israel confiscaram aproximadamente 5 milhões de shekels (US$ 1,3 milhões) do Hamas. As moedas do Iraque, da Jordânia e dos EUA foram encontradas predominantemente em esconderijos do Hamas e nas residências de suspeitos.

Fonte: BBC News

Desde a entrada em vigor da trégua humanitária em Gaza na sexta-feira, a situação tem permanecido relativamente estável, permitindo que as Nações Unidas aumentassem a entrega de ajuda crucial no território, conforme relatou o Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários.

No entanto, apesar disso, ainda há muitas pessoas sem acesso a comida e combustível para cozinhar, além das padarias estarem inoperantes. Isso tem levantado preocupações sobre a nutrição, especialmente no norte de Gaza, que foi o centro da ofensiva terrestre de Israel. Além disso, foi reportado que forças israelitas detiveram alguns palestinos que estavam viajando ao longo do corredor seguro designado por Israel, que se estende do norte ao sul do território.

Patrocinado

No último sábado, as libertações ocorreram com atraso devido a acusações do Hamas de que Israel teria violado os termos da trégua, acusações que foram negadas por Israel. Esse incidente destaca a fragilidade do acordo entre as duas partes, designadas como grupo terrorista pelos EUA e pela União Europeia. Em 7 de outubro, militantes do Hamas infiltraram-se em Israel, resultando na morte de 1.200 pessoas e no sequestro de cerca de 240 outras.

Desde o ataque, Israel tem usado seu poderio militar na pequena e populosa Faixa de Gaza. De acordo com o ministério da saúde ligado ao Hamas, pelo menos 15 mil pessoas foram mortas. O término da trégua de quatro dias está condicionado à libertação de um total de 50 reféns pelo Hamas e à libertação de 150 mulheres e menores detidos por Israel em suas prisões.

As solturas realizadas em fases são essenciais para um acordo intermediado pelo Qatar e pelo Egito, que resultou em uma pausa nos confrontos na guerra de mais de seis semanas. Além disso, permitiu um aumento no fluxo de ajuda humanitária para a população sitiada da Gaza. Como parte do pacto, Israel já libertou 78 mulheres e crianças palestinas que estavam detidas em suas prisões.

Lolwah Al-Khater, que atua como ministro de Estado para a Cooperação Internacional do Catar, afirmou em uma entrevista à TV Al-Jazeera no domingo que ainda estão sendo feitos esforços a nível político para prolongar a atual trégua, que agora está em seu terceiro dia.

Patrocinado

Israel e Hamas negociam libertação de reféns em Gaza

(Bloomberg) – Israel e o grupo Hamas estão se preparando para um terceiro dia de libertação de reféns em Gaza, após uma disputa de última hora no sábado (25) que quase acabou com o frágil cessar-fogo. Enquanto isso, as negociações continuam nos bastidores para estender o período de quatro dias de trégua.

O gabinete do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu anunciou neste domingo que recebeu uma lista de nomes de sequestrados que o Hamas deve entregar até o final do dia. Espera-se que cidadãos americanos façam parte do próximo grupo de reféns a serem libertados. Desde sexta-feira, o grupo militante palestino que controla Gaza já soltou 26 israelenses, incluindo alguns com dupla nacionalidade, além de 14 cidadãos tailandeses e um cidadão filipino.

A libertação dos reféns é resultado de intensas negociações e é parte de um esforço para manter o cessar-fogo entre Israel e o Hamas.

Fonte: InfoMoney

Patrocinado

"Notícias 24h" é a assinatura que garante a integridade e a vigilância incansável do portal BR HOJE, um bastião do jornalismo imparcial e de qualidade desde 2023. Encarnando o espírito de um Brasil autêntico e multifacetado, "Notícias 24h" entrega reportagens exclusivas e análises profundas, comprometendo-se com a verdade sem concessões. Através de uma cobertura 24 horas por dia, esse autor simbólico tornou-se sinônimo de confiabilidade em um mundo saturado de informações duvidosas, assegurando que os leitores do brhoje.com.br tenham acesso a um conteúdo que é tão corajoso e vibrante quanto a nação que busca representar.

Continue Reading
Patrocinado
Comentários