fbpx
Connect with us

Esportes

Justiça autoriza venda milionária da SAF do Paraná Clube

Publicado

em

clube, Paraná
Sem calendário nacional, torcida do Paraná Clube abraça time de Futsal - Todos os direitos: G1

Proposta homologada em Curitiba, R$430 mi investidos, centro de treinamentos arrendado, competição na Divisão de Acesso, clube volta à Série B.

A juíza Mariana Fowler Gusso, da 1ª Vara de Falências e Recuperação Judicial de Curitiba, concedeu na tarde desta terça-feira a permissão para a venda de 85% da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Paraná Clube.

A oferta feita ao clube é de aproximadamente R$ 420 milhões, que serão destinados ao desenvolvimento do time nas próximas duas décadas, com o objetivo de retornar à Série A do Campeonato Brasileiro até 2029. Adicionalmente, na mesma decisão a juíza também aprovou a fusão com outro clube SAF que participe da elite do estadual e competições nacionais.

Proposta recebida para a venda do Paraná Clube

Por fim, a juíza Mariana Fowler Gusso também autorizou o leilão da sub-sede da Kennedy e venda do potencial construtivo de imóveis da Vila Olímpica Boqueirão, além de pedir que o Paraná Clube informe mais detalhes da proposta da venda de 90% da SAF. O prazo do clube para isso é de 10 dias.

No dia 1º de dezembro, o Conselho Consultivo do Paraná Clube tinha dado parecer favorável à proposta apresentada. Já na última semana foi a vez do Conselho Deliberativo do clube aprovar a venda da SAF por R$ 430 milhões. Antes, em setembro, o Tricolor tinha tido a homologação da recuperação judicial.

A oferta vem de um grupo intermediado pela Pluri Consultoria Economista, responsável pela assessoria de clubes brasileiros no processo de transformação para SAF.

No dia 1º de dezembro, o Conselho Consultivo do Paraná Clube tinha dado parecer favorável à proposta apresentada. Já na última semana foi a vez do Conselho Deliberativo do clube aprovar a venda da SAF por R$ 430 milhões. Antes, em setembro, o Tricolor tinha tido a homologação da recuperação judicial.

Detalhes da proposta e termos intermediários

A oferta vem de um grupo intermediado pela Pluri Consultoria Economista, responsável pela assessoria de clubes brasileiros no processo de transformação para SAF. Os investimentos nos próximos anos gira em torno do R$ 430 milhões e incluem a proposta de transformar o Boqueirão em centro de treinamentos, com acordo com o Carlos Werner, empresário e ex-investidor, para utilizar o Ninho da Gralha. Agora, a proposta pela incorporação a outro clube tem um parecer favorável do Conselho Consultivo do clube.

Atuais desafios do Paraná Clube

Com a recuperação judicial, a dívida do clube caiu de R$ 119 milhões para cerca de R$ 60 milhões. Vale lembrar que a sub-sede da Kennedy entrou como garantia neste processo. De 2012 até 2032 a sede está arrendada pelo Espaço Torres para eventos nos salões. A Vila Capanema pertence à União. O Paraná Clube não joga desde junho, quando acabou eliminado na primeira fase da Segunda Divisão do Campeonato Paranaense. Em campo, o Paraná Clube não joga desde junho, quando acabou eliminado na primeira fase da Segunda Divisão do Campeonato Paranaense. O Tricolor foi rebaixado no estadual do ano passado e não conseguiu retornar à elite em 2023. Além disso, ficou sem calendário nacional pela primeira vez na história, fora até mesmo da Série D do Brasileiro.

Fonte: G1 – Esportes

"Notícias 24h" é a assinatura que garante a integridade e a vigilância incansável do portal BR HOJE, um bastião do jornalismo imparcial e de qualidade desde 2023. Encarnando o espírito de um Brasil autêntico e multifacetado, "Notícias 24h" entrega reportagens exclusivas e análises profundas, comprometendo-se com a verdade sem concessões. Através de uma cobertura 24 horas por dia, esse autor simbólico tornou-se sinônimo de confiabilidade em um mundo saturado de informações duvidosas, assegurando que os leitores do brhoje.com.br tenham acesso a um conteúdo que é tão corajoso e vibrante quanto a nação que busca representar.

Continue Reading
Comentários