fbpx
Connect with us

Mundo

Magnata do setor imobiliário se prepara para oferta de compra do TikTok nos EUA.

Publicado

em

aquisição, obtenção, adesão, assunção;
Ilustração com bandeira dos EUA e logotipo do TikTok (REUTERS/Dado Ruvic) - Todos os direitos: @ Info Money

Ativos do TikTok nos EUA avaliados em US$ 35 bilhões a US$ 40 bilhões, com foco em empresas, investimentos e tecnologia no protocolo de cadastro.

Frank McCourt, empresário do ramo imobiliário, revelou interesse em realizar uma compra conjunta para adquirir as operações do aplicativo de rede social TikTok nos Estados Unidos. McCourt, que já foi proprietário do time de beisebol Los Angeles Dodgers e atual CEO da companhia de investimentos McCourt Global, surge como um potencial concorrente para a ByteDance, empresa controladora do aplicativo.

Além disso, o empresário destacou seu plano de aquisição estratégica como uma oportunidade única para expandir sua presença no mercado digital. Com a adesão do consórcio, McCourt demonstra sua determinação em assumir um papel relevante na indústria de tecnologia, visando fortalecer sua posição como investidor de destaque.

Discussão sobre a possível compra do TikTok nos EUA

Os ativos do TikTok nos Estados Unidos têm sido objeto de avaliação por analistas da Bloomberg Intelligence, que estimam seu valor entre US$ 35 bilhões e US$ 40 bilhões. A decisão do presidente Joe Biden de pressionar a controladora chinesa a vender o aplicativo nos EUA ou enfrentar uma proibição, conforme estabelecido em uma lei assinada recentemente, tem gerado discussões entre diversos interessados.

O ex-secretário do Tesouro dos EUA, Steve Mnuchin, expressou grande interesse na possível aquisição do aplicativo, enquanto o ex-CEO do Google, Eric Schmidt, admitiu ter considerado uma oferta no passado. A ByteDance, empresa controladora do TikTok, está contestando a legislação americana nos tribunais e afirmou não ter planos de vender o ativo.

Por sua vez, McCourt, conhecido por vender os Dodgers por cerca de US$ 2 bilhões em 2012, tem se dedicado a reconstruir as mídias sociais por meio do Project Liberty. Este projeto, lançado publicamente em 2021, visa competir com grandes empresas de tecnologia, como a Meta Platforms, e já recebeu uma doação de US$ 500 milhões até o momento.

McCourt descreve a potencial aquisição do TikTok como uma oportunidade única para promover uma alternativa ao atual modelo tecnológico dominante na internet. Ele planeja migrar o TikTok para um protocolo de código aberto, visando dar aos usuários americanos maior controle sobre suas informações. Apesar disso, não há informações claras sobre o financiamento do projeto.

Chamando o esforço de compra do TikTok de ‘oferta do povo’, McCourt está colaborando com o banco de investimentos Guggenheim Securities, o escritório de advocacia Kirkland & Ellis, além de acadêmicos e tecnólogos. O projeto conta ainda com o apoio de Tim Berners-Lee, o criador da World Wide Web.

Até o momento, o TikTok não se pronunciou sobre as recentes movimentações em direção à possível compra do aplicativo nos EUA.

Fonte: @ Info Money

"Notícias 24h" é a assinatura que garante a integridade e a vigilância incansável do portal BR HOJE, um bastião do jornalismo imparcial e de qualidade desde 2023. Encarnando o espírito de um Brasil autêntico e multifacetado, "Notícias 24h" entrega reportagens exclusivas e análises profundas, comprometendo-se com a verdade sem concessões. Através de uma cobertura 24 horas por dia, esse autor simbólico tornou-se sinônimo de confiabilidade em um mundo saturado de informações duvidosas, assegurando que os leitores do brhoje.com.br tenham acesso a um conteúdo que é tão corajoso e vibrante quanto a nação que busca representar.

Continue Reading
Comentários