fbpx
Connect with us

Mundo

Onda de calor atinge Brasil: Temperaturas podem chegar até 40°C em oito estados

Publicado

em

febre, calorão
Nova onda de calor deve durar de 14 a 20 de dezembro. — Foto: Arte/g1 2023 deve ser o ano mais quente em 125 mil anos, diz observatório europeu - Todos os direitos: G1

Temperaturas altas afetarão Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, sul do Mato Grosso, norte de São Paulo, grande parte de Minas Gerais, sul do Tocantins e oeste da Bahia.

Uma nova onda de calor está prevista para atingir o Brasil, sendo a quinta registrada neste ano. Essa onda de calor afetará diversos estados, incluindo MS, GO, DF, MT, SP, MG, TO e BA. A previsão é de que a onda de calor dure de 14 a 20 de dezembro, bem próximo ao início do verão, que se inicia no dia 22.

Com a chegada dessa onda de calor, é esperado um aumento significativo da temperatura, podendo chegar próximo dos 40°C em alguns estados. A população deve se preparar para enfrentar mais um calorão intenso, que pode trazer consequências como febre e desconforto nos próximos dias.

Enfrentando a onda de calor em plena chegada do verão

?A onda de calor ocorre quando as temperaturas sobem cinco graus acima da média por mais de cinco dias. No início do verão, ocorre a 14 a 20 de dezembro, período que antecede a data oficial do início da estação, em 22 de dezembro.

?️É a quinta onda de calor consecutiva registrada no país, após os fenômenos identificados nos meses de agosto, setembro, outubro e novembro.

A expectativa é de que o calor se espalhe por oito estados, especialmente no Centro-Oeste, nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. O Climatempo prevê temperaturas acima dos 40°C para cidades como Corumbá, no Mato Grosso do Sul, e São Romão, em Mato Grosso.

Cenário no restante do país

Em outras regiões do país, a previsão é de temperaturas dentro da média. Com a proximidade do Verão, que tem início em 22 de dezembro, a Terra estará mais exposta ao Sol, com poucas chuvas e menos nuvens para barrar o calor.

A temperatura deverá subir durante a semana, mas não ao nível da onda de calor registrada anteriormente. No mês de novembro, a última onda elevou os termômetros a 42,5°C no Rio de Janeiro e a 37,7°C em São Paulo – recordes históricos. Contudo, segundo o Climatempo, isso não se repetirá durante este período nessas regiões.

Expectativas para o Sul

A previsão indica que a onda de calor não atingirá a região Sul, mas as temperaturas subirão, acompanhando a tendência do restante do país. Embora as chuvas persistam, será com menor intensidade do que nas semanas anteriores.

O Sul tem sido afetado por fortes chuvas ao longo do ano. Um dos motivos é o El Niño, fenômeno que aquece as águas do oceano, resultando em chuvas no Sul do Brasil e tempo seco no Norte.

2023: prevendo temperaturas elevadas

O mês de novembro encerrou o sexto mês consecutivo de recordes de calor no mundo. Desde junho, cada mês se destacou pelo clima mais quente. Com isso, os cientistas estimam que este ano deverá ser o mais quente da história.

Recordes batidos este ano:

  • Junho registrou a temperatura mais elevada da história.
  • Os meses subsequentes – julho, agosto, setembro, outubro e novembro – superaram as marcas anteriores.
  • O número de dias com temperatura acima do limite de 1,5°C já alcançou um recorde, bem antes do ano encerrar.
  • Pela primeira vez, houve um dia em que a média global superou 2°C em relação à era pré-industrial.
  • Em julho, o calor foi tão perturbador que pode ter sido o mais intenso em 120 mil anos, e em setembro, as temperaturas médias superaram o recorde anterior em 0,5°C.

Os especialistas sugerem que isso decorre das mudanças climáticas. Os recordes indicam uma elevação nas temperaturas, somadas a eventos climáticos naturais, tal como a onda de calor.

Os dados revelam que, década após década, o número de dias anuais com ondas de calor aumentou. Conforme o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), até os anos 1990, eram em média sete dias. Já as estatísticas mais recentes indicam uma média de mais de 50 dias por ano de calor fora do comum.

Fonte: G1 – SP

"Notícias 24h" é a assinatura que garante a integridade e a vigilância incansável do portal BR HOJE, um bastião do jornalismo imparcial e de qualidade desde 2023. Encarnando o espírito de um Brasil autêntico e multifacetado, "Notícias 24h" entrega reportagens exclusivas e análises profundas, comprometendo-se com a verdade sem concessões. Através de uma cobertura 24 horas por dia, esse autor simbólico tornou-se sinônimo de confiabilidade em um mundo saturado de informações duvidosas, assegurando que os leitores do brhoje.com.br tenham acesso a um conteúdo que é tão corajoso e vibrante quanto a nação que busca representar.

Continue Reading
Comentários