fbpx
Connect with us

Futebol

Superliga de Clubes da Europa: 64 clubes, três divisões – qual o plano e estrutura?

Publicado

em

Superliga Europeia
Superliga pode substituir a Uefa Champions League no futuro Arte/ESPN/Getty Images

Bernd Reichart apresentou a Superliga Europeia e os pagamentos de solidariedade.

Bernd Reichart, CEO da A22 Sports Management, empresa europeia de desenvolvimento desportivo comercial, realizou uma apresentação na manhã desta quinta-feira (21) para explicar como será a organização da Superliga de Clubes da Europa.

De acordo com ele, a competição masculina será composta por três ligas e 64 clubes, enquanto a competição feminina terá duas ligas e 32 clubes. Os torneios se tornariam substitutos das edições da Uefa Champions League. A criação da Superliga de Clubes da Europa tem causado polêmica no mundo do futebol.

A Superliga masculina e suas ligas

A Superliga masculina consistiria em duas ligas – a

Star League

e a

Gold League

– compostas por 16 clubes cada, e uma terceira

Liga Azul

composta por 32 clubes, disse A22. Haveria promoção e rebaixamento entre elas, com acesso à Liga Azul baseado no desempenho na liga nacional.

Formato dos jogos e fases eliminatórias

Os clubes jogariam em grupos de oito, com confrontos ida e volta, com um mínimo de 14 partidas por ano, disputadas no meio da semana. Ao final de cada temporada, uma fase eliminatória de oito clubes decidiria os campeões de cada liga.

A Superliga feminina

Já na Superliga feminina, haveria duas ligas, a

Estrela

e a

Ouro

, com 16 clubes cada, jogando em grupos de oito, em formato semelhante.

Receita e pagamentos da Superliga

A A22 disse ainda que a receita seria garantida durante os primeiros três anos e que os ‘pagamentos de solidariedade’ representariam 8% da receita da Superliga, com um pagamento mínimo de 400 milhões de euros (R$ 2,1 bilhões). A proposta foi resultado de um

amplo diálogo

com torcedores, jogadores, clubes e ligas nos últimos dois anos, disse o grupo.

Continuaremos a trabalhar com clubes, ligas e outras partes, sem medo de punições, para criar as melhores competições europeias de futebol

, disse Reichart.

Reafirmamos o nosso compromisso com as ligas nacionais e com a estrutura piramidal do futebol. Pela primeira vez desde 1955, as competições europeias puderam ser geridas pelos próprios clubes participantes

.

Decisão do Tribunal de Justiça Europeu

Em uma decisão há muito aguardada, o Tribunal de Justiça Europeu considerou que a UEFA

tem abusado de uma posição dominante

ao proibir a Superliga, concluindo que as suas regras sobre aprovação prévia não eram

transparentes, objetivas, não discriminatórias e proporcional

.

No entanto, o tribunal também afirmou que a sua decisão

não significa que uma competição como o projeto da Superliga deva necessariamente ser aprovada

. A UEFA argumentou que desde a tentativa de lançamento em 2021, já tinha atualizado as suas regras para cumprir a legislação da União Europeia.

Fonte: ESPN – Futebol

"Notícias 24h" é a assinatura que garante a integridade e a vigilância incansável do portal BR HOJE, um bastião do jornalismo imparcial e de qualidade desde 2023. Encarnando o espírito de um Brasil autêntico e multifacetado, "Notícias 24h" entrega reportagens exclusivas e análises profundas, comprometendo-se com a verdade sem concessões. Através de uma cobertura 24 horas por dia, esse autor simbólico tornou-se sinônimo de confiabilidade em um mundo saturado de informações duvidosas, assegurando que os leitores do brhoje.com.br tenham acesso a um conteúdo que é tão corajoso e vibrante quanto a nação que busca representar.

Continue Reading
Comentários