fbpx
Connect with us

Futebol

Posse de bola desejada: análise da quantidade de jogos com maior e menor posse de bola

Publicado

em

controle da posse, registo, estatística
Pep Guardiola e Fernando Diniz Arte/ESPN/Getty

Grande final do Mundial de Clubes nesta sexta-feira. Esperado duelo entre treinadores e equipes do Big 6.

O aguardado confronto entre Pep Guardiola e Fernando Diniz finalmente chegou! A final do Mundial de Clubes entre Manchester City e Fluminense promete uma batalha intensa, com ambas as equipes buscando manter o controle da posse de bola. É quase certo que a equipe que conseguir dominar a posse de bola terá uma vantagem significativa no jogo.

Mas como isso se refletiu no desempenho de cada treinador em seus respectivos times? Qual é o registo deles quando não conseguem manter a posse? As estatísticas do banco de dados exclusivo da ESPN, revelam as respostas para essas perguntas, oferecendo insights valiosos sobre o impacto do controle da posse de bola no desempenho das equipes.

Análise estatística da posse de bola de Pep Guardiola no Manchester City

Dos 439 jogos computados de Pep Guardiola à frente do Manchester City (só não há dados de um dos 440 duelos oficiais), o time teve uma média de 65,4% de posse de bola, com o recorde sendo uma vitória por 5 a 0 sobre o Swansea em 2018, quando seu time registrou 82,2%.

Desempenho superior contra equipes do Big 6 e grandes europeus

Ao todo, o City teve maior posse de bola que seu adversário em 421 jogos, ou seja, em 95,9% das partidas. Nos 18 confrontos em que teve menor posse que o adversário, o retrospecto foi de dez vitórias, três empates e cinco derrotas. Destes duelos, nove foram contra equipes do Big 6, cinco contra grandes europeus (Barcelona 2x, Bayern de Munique 2x e PSG) e outros quatro contra equipes inglesas fora do Big 6 (Brighton2x, Wolverhampton e Leeds United).

Patrocinado

Desempenho de Guardiola com posse de bola inferior

O desempenho de Guardiola em média no City de 76,7% dos pontos cai para 61,1% quando o time teve posse de bola inferior ao seu adversário.

Estatísticas de posse de bola do Fluminense de Fernando Diniz

Já o Fluminense de Fernando Diniz tem uma média de 61,4% de posse de bola na segunda passagem do treinador no clube, iniciada em maio do ano passado. Os dados dizem respeito a 104 dos 115 dos tricolores, uma vez que não há o registro referente às 11 partidas da primeira fase do Campeonato Carioca de 2023. Neste recorte, a marca mais expressiva ficou para os 78,8% de posse na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo em junho de 2022.

Desempenho do Fluminense em comparação com o Manchester City

O Flu liderou a estatística em 94 partidas, o que dá uma média de 90,4% das vezes, número bem próximo dos 95,9% do City acima mencionados.

Desempenho do Flu com posse de bola inferior

Nos dez jogos em que teve menos posse que o adversário, o desempenho foi de cinco vitórias, dois empates e três derrotas. O aproveitamento de 61,2% dos pontos do Fluminense na segunda passagem de Diniz cai para 56,7% quando o time não leva vantagem no quesito posse de bola.

Patrocinado

Lista de jogos em que o Manchester City de Guardiola teve menor posse de bola

  • Manchester City 3 x 1 Barcelona – Champions League 16-17 | Posse de bola: 34,4%

  • Arsenal 1 x 3 Manchester City – Premier League 22-23 | Posse de bola: 36,9%

  • Brighton 3 x 2 Manchester City – Premier League 20-21 | Posse de bola: 37,3%

  • Wolverhampton 3 x 2 Manchester City – Premier League 19-20 | Posse de bola: 37,8%

  • Bayern de Munique 1 x 1 Manchester City – Champions League 22-23 | Posse de bola: 41,9%

  • Liverpool 1 x 4 Manchester City – Premier League 20-21 | Posse de bola: 43,7%

  • Manchester City 2 x 1 PSG – Champions League 20-21 | Posse de bola: 44%

  • Manchester City 3 x 0 Bayern de Munique – Champions League 22-23 | Posse de bola: 44,2%

  • Chelsea 1 x 3 Manchester City – Premier League 20-21 | Posse de bola: 45,6%

  • Manchester City 2 x 1 Chelsea – Premier League 19-20 | Posse de bola: 47,1%

  • Liverpool 1 x 1 Manchester City – Community Shield 19-20 | Posse de bola: 47,2%

  • Manchester City 4 x 0 Liverpool – Premier League 19-20 | Posse de bola: 47,3%

  • Barcelona 4 x 0 Manchester City – Champions League 16-17 | Posse de bola: 47,5%

  • Manchester City 3 x 1 Brighton – Premier League 22-23 | Posse de bola: 47,8%

  • Manchester City 1 x 2 Chelsea – Premier League 20-21 | Posse de bola: 48,4%

  • Leeds United 1 x 1 Manchester City – Premier League 20-21 | Posse de bola: 48,7%

  • Manchester City 2 x 3 Liverpool – FA Cup 21-22 | Posse de bola: 49,2%

  • Manchester City 2 x 1 Liverpool – Premier League 18-19 | Posse de bola: 49,4%

Lista de jogos em que o Fluminense teve menor posse de bola

  • Fortaleza 0 x 1 Fluminense – Campeonato Brasileiro 2022 | Posse de bola: 37,1%

  • Cuiabá 3 x 0 Fluminense – Campeonato Brasileiro 2023 | Posse de bola: 40,2%

  • Fluminense 5 x 3 Atlético-MG – Campeonato Brasileiro 2022 | Posse de bola: 42,7%

  • São Paulo 1 x 0 Fluminense – Campeonato Brasileiro 2023 | Posse de bola: 45,8%

  • Fluminense 0 x 0 Flamengo – Copa do Brasil 2023 | Posse de bola: 45,8%

  • Fluminense 0 x 2 Atlético-GO – Campeonato Brasileiro 2022 | Posse de bola: 47%

  • Fluminense 2 x 1 Bahia – Campeonato Brasileiro 2023 | Posse de bola: 48,7%

  • Fluminense 1 x 1 Atlético-MG – Campeonato Brasileiro 2023 | Posse de bola: 48,7%

  • Fluminense 4 x 1 Flamengo – Campeonato Carioca 2023 | Posse de bola: 49,6%

  • Fluminense 2 x 0 Avaí – Campeonato Brasileiro 2022 | Posse de bola: 49,8%

Fonte: ESPN – Futebol

"Notícias 24h" é a assinatura que garante a integridade e a vigilância incansável do portal BR HOJE, um bastião do jornalismo imparcial e de qualidade desde 2023. Encarnando o espírito de um Brasil autêntico e multifacetado, "Notícias 24h" entrega reportagens exclusivas e análises profundas, comprometendo-se com a verdade sem concessões. Através de uma cobertura 24 horas por dia, esse autor simbólico tornou-se sinônimo de confiabilidade em um mundo saturado de informações duvidosas, assegurando que os leitores do brhoje.com.br tenham acesso a um conteúdo que é tão corajoso e vibrante quanto a nação que busca representar.

Continue Reading
Patrocinado
Comentários