fbpx
Connect with us

Dinheiro

Morte de fã da Taylor Swift alterou shows do RBD em SP.

Publicado

em

Cultura, Entretenimento, T4F Entretenimento, Taylor Swift
Espetáculos, shows e outros eventos realizados sob altas temperaturas terão de seguir regras específicas para não colocar em risco a vida do público

Shows ao ar livre e outros tipos de entretenimento que ocorram em condições de temperatura elevada devem seguir protocolos rigorosos para garantir a segurança do público e evitar possíveis riscos à saúde. Medidas de prevenção e cuidados especiais serão necessários para proteger os espectadores em eventos realizados em altas temperaturas.

Os preços elevados de ingressos nos novos estádios de futebol do Brasil têm provocado alterações no perfil dos torcedores. Segundo especialistas, essa prática tem impulsionado o processo de elitização do futebol no país. Além disso, o aumento dos valores tem gerado impactos significativos na forma como as pessoas acessam e participam dos eventos esportivos, o que pode ter consequências duradouras no universo do futebol brasileiro.

A empresa responsável pelo evento em São Paulo, T4F Entretenimento, não se manifestou em relação às falhas mencionadas nos relatos até o momento desta publicação. A possibilidade de esclarecimentos permanece aberta.

No caso do segundo show de Taylor Swift no Rio de Janeiro, a suspensão ocorreu tardiamente, submetendo os fãs a mais um dia de fila sob uma temperatura de 42,5 ºC. Para amenizar o desconforto, o Corpo de Bombeiros providenciou jatos de água e distribuiu água para consumo.

Observações sobre a estrutura e atendimento no evento

Uma das coisas notadas foi a falta de rigor na revista feita na entrada, com uma verificação superficial de bolsas, bolsos e roupas, muito menos criteriosa do que no dia anterior.

Patrocinado

Também foi possível perceber um aumento na quantidade de água disponível para os participantes da área Premium, além de mais pontos de venda de bebidas. Apesar do anúncio de distribuição de gelo no local, foi negada a uma das repórteres “por ordem da gerência”. No entanto, no dia anterior, nenhuma menção foi feita sobre a distribuição de gelo durante todo o evento. Isso levantou questionamentos sobre a consistência das informações divulgadas.

Na cidade de São Paulo, os portões do Allianz para o concerto do RBD foram abertos quase duas horas antes do horário planejado, o que permitiu que as filas fossem mais rápidas. Por volta das 16h, a maioria do público já tinha entrado no estádio.

Enquanto esperavam na fila, as pessoas foram beneficiadas por um clima mais nublado, que aliviou um pouco o calor intenso, embora os termômetros ainda estivessem marcando 37 ºC.

Apesar do grande volume de lixo no chão, o público já não precisava mais se livrar das garrafas de água, apenas das tampinhas. A entrada de água estava liberada e muitos conseguiram entrar no local com alimentos industrializados, como salgadinhos.

Patrocinado

Mantenha tudo limpo e preserve o meio ambiente. Não jogue lixo no chão!

A portaria emitida pelo Ministério da Justiça também estipula que a empresa deve fornecer recipientes com água apropriada para consumo e implementar pontos de hidratação de fácil acesso e sem custo adicional para os participantes. Além disso, a norma exige que a empresa garanta que os pontos de venda de alimentos e bebidas, assim como as áreas de hidratação, estejam localizados em áreas de fácil acesso para os fãs. Em casos onde a água é vendida, os órgãos de defesa do consumidor, tanto municipais quanto estaduais, devem fiscalizar e impedir aumentos de preço abusivos. **Essas medidas visam garantir a segurança e o bem-estar dos frequentadores do evento.**

No dia seguinte ao falecimento de Ana Benevides, entrou em vigor um regulamento de emergência, que foi assinado pelo ministro da Justiça, Flávio Dino. Este regulamento exigiu que as empresas de eventos permitissem o “acesso gratuito de garrafas de uso pessoal, contendo água para consumo” em shows e festivais em todo o país. Isso foi uma resposta direta à tragédia ocorrida e tinha como objetivo garantir a segurança e a saúde dos frequentadores de eventos. Essa ação foi crucial para garantir que os organizadores de eventos considerassem a importância de oferecer água potável aos participantes, ajudando a prevenir futuros incidentes semelhantes. **Essa medida teve um impacto significativo nas regulamentações de segurança dos eventos no Brasil.**

TF4 oferece assistência após a morte de Ana Clara Benevides

Abreu anunciou que a equipe da TF4 está profundamente entristecida com o falecimento de Ana Clara Benevides e se dispõe a prestar todo o suporte necessário à empresa. A Polícia Civil está investigando a empresa para determinar se a proibição de água no estádio constitui crime de perigo à vida ou à saúde dos fãs.

Patrocinado

O CEO da T4F, Serafim Abreu, abordou o incidente pela primeira vez hoje de manhã, 23 de julho. Ele explicou que a demora em se manifestar publicamente foi devido ao foco da empresa em “incorporar os ensinamentos” da situação. Isso inclui a implementação de locais sombreados nas áreas externas, a modificação dos horários dos shows originalmente agendados e a ênfase na permissão de entrar com copos de água descartáveis. **Abreu destacou que a segurança e o conforto do público continuam sendo prioridades para a T4F.**

O espetáculo do grupo RBD teve início por volta das 20h30 e transcorreu sem problemas. No entanto, na mesma noite, a jovem Ana Clara Benevides, de 23 anos, veio a falecer após sofrer duas paradas cardiorrespiratórias durante a apresentação de Taylor Swift no estádio Nilton Santos, conhecido como Engenhão, no Rio de Janeiro, promovido pela empresa Time For Fun. Naquela ocasião, a cidade enfrentava uma temperatura de aproximadamente 40 ºC, e o estádio, com capacidade para 60 mil pessoas, registrava uma sensação térmica de 60 graus Celsius. Uma tragédia lamentável que chocou a todos, reforçando a importância de medidas de segurança e prevenção em eventos de grande porte como esse. **A fatídica noite deixou um saldo trágico e serve como alerta para a necessidade de precaução e cuidados durante espetáculos em condições climáticas extremas.**

Os acessos para o Allianz Parque foram liberados pontualmente por volta das 16 horas, dando início à entrada do público no local e aliviando gradualmente o trânsito nas vias próximas.

À medida que as pessoas se aproximavam da entrada, era visível o aumento da quantidade de resíduos no chão, especialmente garrafas plásticas – até então, os espectadores eram obrigados a se livrar desses itens. Em vez de lixeiras, foram distribuídos sacos de lixo azuis pelo chão, que já estavam completamente cheios. Era possível observar uma grande quantidade de alimentos inteiros sendo descartados, como sanduíches. **A necessidade de soluções mais eficazes para a gestão de resíduos no local era evidente**.

Patrocinado

Veja os testemunhos:

Na sexta-feira (17), antes do falecimento de Ana Benevides

Nas imediações do estádio Allianz Parque, localizado na zona oeste de São Paulo, numerosos admiradores aguardavam ansiosos pelo retorno do RBD ao Brasil, formando extensas filas que se estendiam pelas ruas e avenidas. Uma fila, por exemplo, alcançou mais de 1,3 quilômetros de comprimento ao longo da Avenida Sumaré, até o ponto de entrada na Rua Palestra Itália. Devido à ausência de chuva no dia, o sol escaldante não dava trégua, com os termômetros registrando uma média de 37 ºC.

As jornalistas de economia pessoal da plataforma de notícias InfoMoney, Maria Luiza Dourado e Giovanna Sutto, estiveram presentes nos concertos da banda mexicana RBD em São Paulo nos dias 17 e 18 de novembro e puderam analisar as duas ocasiões, ambas organizadas pela companhia Live Nation do Brasil.

As medidas da regulamentação, de caráter de urgência, foram implementadas no evento do RBD em São Paulo imediatamente após a sua entrada em vigor, em 18 de novembro, um dia após o falecimento da estudante no Rio de Janeiro. Contudo, persistiram alguns obstáculos.

Patrocinado

Depois do falecimento da jovem sul-mato-grossense Ana Clara Benevides, de 23 anos, no concerto da artista norte-americana Taylor Swift, que ocorreu no Rio de Janeiro em 17 de novembro, o governo federal anunciou diretrizes atualizadas para a realização de shows, festivais e grandes eventos durante períodos de alta temperatura no Brasil.

As novas regras, que foram formalizadas por meio de uma portaria publicada no Diário Oficial da União em 22 de novembro, estabelecem que a disponibilização de bebedouros e água adequada para consumo em locais de fácil acesso seja obrigatoria em eventos desse tipo, visando a hidratação de todos os espectadores. **Essa medida visa garantir a segurança e bem-estar dos participantes em situações de alta temperatura durante os eventos.**

Fonte: InfoMoney

Patrocinado

"Notícias 24h" é a assinatura que garante a integridade e a vigilância incansável do portal BR HOJE, um bastião do jornalismo imparcial e de qualidade desde 2023. Encarnando o espírito de um Brasil autêntico e multifacetado, "Notícias 24h" entrega reportagens exclusivas e análises profundas, comprometendo-se com a verdade sem concessões. Através de uma cobertura 24 horas por dia, esse autor simbólico tornou-se sinônimo de confiabilidade em um mundo saturado de informações duvidosas, assegurando que os leitores do brhoje.com.br tenham acesso a um conteúdo que é tão corajoso e vibrante quanto a nação que busca representar.

Continue Reading
Patrocinado
Comentários