fbpx
Connect with us

Futebol

Derrocada do Botafogo na Libertadores pode custar até R$ 26 milhões – Consequências da queda para o clube

Publicado

em

Clube carioca, Alvinegro, Glorioso
Botafogo pode ter grave prejuízo financeiro se não for à fase de grupos da CONMEBOL Libertadores Getty Images

Botafogo pode ter prejuízo financeiro se não avançar na CONMEBOL Libertadores. Líder no Campeonato Brasileiro, enfrentará adversários complicados. Luta por vaga na fase de grupos.

A queda do Botafogo no Campeonato Brasileiro, quando deixou de liderar com folga para terminar a competição fora do G-4, que daria vaga direta aos grupos da CONMEBOL Libertadores, pode ter consequências graves para o clube carioca.

No comando durante 31 rodadas, o Alvinegro passou sete meses no topo do Brasileirão, e a torcida se animou em relação ao título, que não vinha desde 1995. Após um primeiro turno histórico, o Botafogo viu o segundo se tornar um pesadelo. Com uma sequência de 11 jogos sem vencer – o clube carioca conquistou o último triunfo na 27ª rodada, contra o América-MG, viu o Palmeiras arrancar e tomar a liderança na 34ª jornada.

Desafios do Botafogo na Libertadores em 2024

O

filme de terror

alvinegro só aumentou em 2024. Após o empate em casa por 0 a 0 contra o Cruzeiro, na penúltima rodada, o clube da Estrela Solitária saiu do G-4 pela primeira vez e precisava na última partida, contra o Internacional no Beira-Rio, vencer e torcer para um tropeço dos rivais acima. Sem fazer sua parte – o Botafogo perdeu por 3 a 1 – terminou a competição em , com 64 pontos, fora da zona que daria vaga direta na fase de grupos.

Patrocinado

Agora, terá que disputar as fases prévias da Libertadores, com adversários complicados, incluindo altitude e um possível confronto brasileiro, correndo o risco de nem chegar aos grupos e, consequentemente, sofrer impacto também financeiro em 2024.

Pensando nisso, o ESPN.com.br separou os cenários que o Botafogo tem pela frente e qual pode ser o impacto nos cofres alvinegros em cada um deles.

Entendendo os valores e as perspectivas financeiras

Considerando as cifras pagas pela Conmebol em 2023 – já que os valores de 2024 ainda não foram divulgados pela entidade -, o Botafogo, por disputar a segunda fase, embolsará US$ 500 mil (R$ 2,4 milhões).

Cabe lembrar que o clube carioca terá pela frente o vencedor de Melgar-PER ou Aurora-BOL. Em ambos os cenários a equipe treinada por Tiago Nunes terá que encarar a temida altitude.

Patrocinado

Se avançar, podendo pegar Red Bull Bragantino ou Águilas Doradas-COL, o Alvinegro botará nos cofres por disputar a terceira fase mais US$ 600 mil (R$ 2,9 milhões).

É bem menos do que a cifra que estaria garantida caso o clube entrasse direto nos grupos, onde teria direito, independentemente dos resultados, a US$ 3 milhões (R$ 14,5 milhões).

Fora isso, os grupos dão chance às equipes a receberem um bônus de US$ 300 mil (R$ 1,4 milhão) por cada vitória, ou seja, possibilidade de embolsar até R$ 8,4 milhões se houver 100% de aproveitamento.

Ao todo, considerando o teto máximo da fase de grupos, o Botafogo pode faturar até R$ 28,2 milhões. No entanto, o caminho é tortuoso e uma queda precoce pode prejudicar – e muito – as previsões financeiras do clube para a temporada 2024.

Patrocinado

Impacto de possíveis eliminações

  • Se cair na segunda fase:

Imagine o cenário em que o Botafogo é eliminado por Aurora ou Melgar. É nele que, além dos pesadelos dos torcedores aumentarem significativamente, os prejuízos se tornam gigantes. O maior em questão. Uma queda precoce na segunda fase da Libertadores faria o Alvinegro deixar de embolsar até R$ 25,8 milhões.

Esportivamente, uma eliminação deixaria o clube carioca sem calendário sul-americano em 2024, já que a queda na referida fase não leva para a CONMEBOL Sul-Americana.

  • Se cair na terceira fase:

Passando de bolivianos ou peruanos, algo plausível, já que decide o confronto no Estádio Nilton Santos, o Botafogo teria pela frente Red Bull Bragantino, podendo fazer um confronto brasileiro, ou Águilas Doradas.

Se eliminado, teria, ao menos, o consolo esportivo de disputar a Sul-Americana, indo à fase de grupos. No entanto, financeiramente, representaria um prejuízo de até R$ 22,9 milhões.

Patrocinado

Sul-Americana pode ser ‘consolo’ também financeiro

No cenário com o Botafogo caindo na terceira fase da Libertadores, o clube tem direito a disputar a Sul-Americana, indo direto aos grupos. Na segunda principal competição do continente, o Glorioso poderia, ao menos, fazer o prejuízo ser menor.

Considerando os valores pagos pela Conmebol em 2023, o clube carioca receberia US$ 900 mil (R$ 4,3 milhões) na fase de grupos, além de US$ 100 mil (R$ 485 mil) por vitória, ou seja, R$ 2,8 milhões no teto máximo, se vencer as seis partidas.

Faturando todo dinheiro possível pago na fase de grupos, o Botafogo poderia levar R$ 7,1 milhões, que se somariam aos R$ 5,3 milhões das fases iniciais da Libertadores, totalizando R$ 12,4 milhões. É menos do que já estaria assegurado, independentemente do desempenho, em caso de G-4 do Brasileiro e vaga nos grupos da Libertadores.

Já imaginando possíveis vitórias nas chaves da Libertadores, a distância pode superar R$ 10 milhões.

Patrocinado

Fonte: ESPN – Futebol

"Notícias 24h" é a assinatura que garante a integridade e a vigilância incansável do portal BR HOJE, um bastião do jornalismo imparcial e de qualidade desde 2023. Encarnando o espírito de um Brasil autêntico e multifacetado, "Notícias 24h" entrega reportagens exclusivas e análises profundas, comprometendo-se com a verdade sem concessões. Através de uma cobertura 24 horas por dia, esse autor simbólico tornou-se sinônimo de confiabilidade em um mundo saturado de informações duvidosas, assegurando que os leitores do brhoje.com.br tenham acesso a um conteúdo que é tão corajoso e vibrante quanto a nação que busca representar.

Continue Reading
Patrocinado
Comentários